• Blog | Atus Marketing

Existem mil maneiras de superar desafios, invente uma!

Atualizado: 13 de Jun de 2019

O tipo de fogão ou forno, a temperatura e forma de preparo interferem no sabor final dos alimentos. Sendo assim, uma das maiores virtudes requeridas de um cozinheiro é saber interpretar a receita desejada e adequar a cozinha, seus utensílios e equipamentos para extrair o máximo de beleza, sabor e aroma dos ingredientes que dispõe.


Sem se adaptar às condições, é possível fazer um macarrão instantâneo horroroso, ainda que aparentemente seja simples! O cozinheiro é aquele que conhece técnicas de cozimento a vapor, mas, que, também sabe a hora de aquecer em banho-maria ou proteger em alumínio para distribuir o calor durante o preparo.


Líderes de venda também precisam dessa habilidade, pois, dependendo das circunstâncias a receita terá que ser executada em períodos: anual, semestral ou trimestral e tenha certeza que chegarão momentos em que a receita terá de ser entregue mensalmente, quando tudo terá que ser colocado na pressão.



Como motivar equipes de vendas

Para os chefs das áreas de vendas, o mais versátil dos utensílios é a remuneração!

Observe que através dela se pode deixar a equipe em banho-maria, colocá-la para assar e dourar ou colocar tudo na pressão, em busca de receitas rápidas. Utilize-a, portanto, como instrumento para: Atrair, estimular e reter talentos.


Existem variadas formas para remunerar equipe de vendas e todas elas têm vantagens e desvantagens. Entretanto, é possível afirmar que o melhor método é aquele que minimizam as chances de a equipe desmotivar (base salário fixo) e, ao mesmo tempo, evita que bons profissionais deixem a empresa em momentos de vendas em baixa (base 100% variável). 


A prática de remuneração mais adotada é a chamada “base mista”, onde o ganho total envolve parte fixa e parte variável. Em média, a parcela fixa corresponde à 60% (sessenta por cento) do total e 40% (quarenta por cento) em parcela variável.


Já as práticas de premiação são muito utilizadas para alavancar a produtividade da força de vendas e servem para direcionar os esforços da área comercial.

Essa é a hora do chef dar seu toque pessoal à receita e mostrar que sabe preparar receitas de curto prazo feitas na pressão, mas, também domina a técnica de cozimento a vapor, ideal para as metas estratégicas de longo prazo onde é melhor manter os nutrientes e preservar cor, sabor e a textura dos ingredientes que trarão mais beleza e aroma às receitas.


Afinal de contas, o que importa mesmo é apresentar um resultado que encha os olhos da diretoria e deixe a boca dos acionistas com gostinho de quero mais.



Tempere os resultados da sua equipe e saboreie o seu sucesso!

36 visualizações

Siga-nos nas redes sociais

  • Atus Marketing no Facebook
  • Atus Marketing no Instagram
  • Atus Marketing no LinkedIn

© 2019 - Todos os direitos reservados para: Atus Comunicação e Marketing