• Blog | Atus Marketing

O vendedor "nem, nem". Ameaça ou oportunidade?

A expressão “nem, nem” é utilizada como referência aos jovens que NEM estudam e NEM trabalham.

Trata-se de uma duríssima realidade que, cada vez mais, preocupa economistas, sociólogos e trazem muitas dificuldades para os gestores comerciais. Pense bem:

Quantos “ jovens nem, nem” de ontem são “vendedores nem, nem” aí na sua equipe de vendas?
Motive a sua equipe!

Se na economia o jovem “nem, nem” é uma preocupação nova, na gestão comercial vendedores “nem, nem” já são velhos conhecidos porque geralmente os seus resultados NEM encantam e NEM decepcionam”. Eles são chamados de medíocres, de desmotivados e representam a "turma do meio", ou de média performance. Líderes mais experientes já se habituaram com a presença deles no time de vendas. “Então, por que ainda existem vendedores nem, nem?”.


Uma pesquisa no Google revela indícios. Basta olhar a quantidade de ofertas de emprego em vendas que não exigem: NEM qualificação e NEM experiência. Essa pesquisa não nos responde a questão, mas, traz uma verdade inconveniente. 


É muito difícil mudar essa realidade porque contratar profissionais de excelência é caro e inviável para grande parte das empresas. Portanto, a resposta está na sabedoria popular: 


“Quem não tem cão, caça com gato”.

Ou seja, sua melhor alternativa é transformar vendedores medianos em profissionais excelentes ou, se preferir, transformar gatos em cães de caça.


Baixe o e-Book: Como motivar minha equipe de vendas



Concentrar os esforços na “turma do meio” é a melhor estratégia quando o objetivo é potencializar resultados. Essa afirmação está baseada na experiência dos clientes que realizam as ações motivacionais contratando os serviços da nossa empresa.



3 visualizações

Siga-nos nas redes sociais

  • Atus Marketing no Facebook
  • Atus Marketing no Instagram
  • Atus Marketing no LinkedIn

© 2019 - Todos os direitos reservados para: Atus Comunicação e Marketing